31.1.11



.

CARNAVAL DO ZÉ PEREIRA
VAI AGITAR SANTO ANTÔNIO



Zé Pereira no Riberão. Foto: Julio Cavalheiro/ClicRBS

O centenário Carnaval do Zé Pereira, criado no Riberão da Ilha (Florianópolis-SC) em fins do século 19, também vai animar a festa em Santo Antônio de Lisboa. A novidade vai acontecer no domingo (6.3), à partir das 16 horas. O Zé Pereira é integrado por músicos da também centenária Banda de Nossa Senhora da Lapa do Riberão. "Nosso objetivo é promover uma integração cultural entre estas duas importantes comunidades tradicionais de Florianópolis", explica Edenaldo Lisboa (Feijão), coordenador geral do Carnaval de Santo Antônio de Lisboa.

*

MISSA DE NAVEGANTES


Anote na agenda: dia 2 de fevereiro, às 17h30, missa na Capela Santa Cruz de Cacupé (Estrada Geral/Rodovia Haroldo Soares Glavan, s/n°). A celebração integra a programação da Procissão e Festa de Navegantes, cujo ponto alto será no dia 6.2 (domingo). Confira em postagem abaixo a programação completa.

*

INICIADAS AS OBRAS DO
NOVO CENTRO DE SAÚDE



As obras já iniciadas do novo Centro de Saúde de Santo Antônio de Lisboa terão lançamento oficial no próximo dia 3.2, às 10 horas. A unidade está sendo erguida na rodovia Nilta Franzoni Viegas, s/n (ao lado do terminal de integração, fundos da Intendência).

Um comentário:

Sergio Luiz disse...

Celso, a Rua Padre Lourenço recebeu este nome em 1918 juntamente com a XV de Novembro, Cônego Serpa (ele ainda era vivo e participou da festa de denominação e Senador Mafra. Padre Lourenço Rodrigues de Andrade nasceu em 1767 na Praia do Toló em Sambaqui, foi vigário de Santo Antônio, único deputado às Cortes de Lisboa em 1821 e primeiro senador de Santa Catarina de 1826 até sua morte em 1844. Em 1985, através da Lei 2.282, mudaram o nome da Rua Padre Lourenço para Rodovia Nilta Franzoni Viegas. masa lei 5.849, de 2001 alterou novamente o nome, acrescentando o nome completo do Padre Lourenço Rodrigues de Andrade. Portanto, o nosso centro de saúde está sendo construído na Rua Padre Lourenço Rodrigues de Andrade.
abraço,
Sergio