4.11.10

.

O lume de maio e
a pesca da tainha

Por Milton Ostetto


Não foi no entardecer

As fotos de Milton Ostetto não foram feitas no entardecer, mas no amanhecer de um dia de captura de tainhas no Campeche (Florianópolis-SC). Como o tema é "muito comum na Ilha", ele resolveu “fotografar a pesca da tainha sem mostrar a tainha” e tentar registrar a “luz de maio” que é justamente a luz que o alumia.

"Antes do nascer do sol fui ao rancho da canoa onde estavam reunidos os atores principais deste espetáculo justamente para ver como se comportava essa luz ( que é maravilhosa) já nos primeiros minutos do dia". (Modificado em 7.11.2010, às 18h40)












2 comentários:

Milton Ostetto disse...

Celso
sao amanheceres hahahahah
abraço
Milton

Marco Antonio Zanfra disse...

Suas fotos deixaram-me de boca aberta...